Imprensa

Brasileiro deve gastar mais neste Natal
Estudo da Deloitte informa que 59% dos consumidores pretendem gastar mais ou o mesmo que no ano passado
 
A época das festas natalinas se aproxima e traz um consumidor otimista, disposto a comprar mais, porém, para tanto, deverá pesquisar melhores preços. Essa é uma das constatações da pesquisa “Natal 2013 – Revelações sobre os hábitos dos consumidores brasileiros”, realizada pelo quarto ano consecutivo pela Deloitte.

A principal conclusão do levantamento deste ano aponta para o fato de que o brasileiro está passando por uma mudança em seus hábitos de consumo e em seu planejamento financeiro. Prova disso é que a parcela de consumidores que planejam economizar seu 13º salário subiu neste ano 50% em relação ao que foi registrado na pesquisa de 2012, atingindo agora o correspondente a 36% do total dos entrevistados. Outros 35% planejam quitar dívidas com esse recurso extra. Essa predisposição não implicará, no entanto, em redução de volume de compras e gastos natalinos, já que 59% dos consumidores pretendem gastar mais ou o mesmo do que gastou em 2012.

“Esses resultados indicam sinais de amadurecimento e maior consciência da utilização do crédito bancário por parte do consumidor brasileiro, que administra melhor suas dívidas e poupa parte de seus rendimentos para gastos futuros”, afirma o sócio-líder da Deloitte para o atendimento às empresas do setor varejista e responsável técnico pela pesquisa, Reynaldo Saad.

“Até alguns anos atrás, devido à memória inflacionária, o brasileiro ficava muito incomodado com dívidas a médio e longo prazos. Agora, não mais. Diante de um cenário econômico ainda com pleno emprego, renda em relativa ascensão e facilidade de acesso ao crédito, ele já consegue encarar com mais maturidade e planejamento o endividamento contraído em períodos anteriores”, explica Saad.