Imprensa

Estácio apoia projeto gratuito de leitura para crianças de Salvador
 
Um ônibus-biblioteca ficará estacionado na Praça do Uruguai, no bairro Uruguai, com acervo disponível para a garotada de mais de 2 mil livros
 
 
Um ônibus transformado em biblioteca chega pela primeira vez a Salvador. Em comemoração aos seus 45 anos, a Estácio traz à capital da Bahia o projeto Livros nas Praças, que promove o acesso à cultura e à informação para a população soteropolitana pelas próximas duas semanas. A partir de hoje, dia 31 de agosto, até 11 de setembro, a biblioteca sobre rodas vai estar na Praça do Uruguai, no bairro Uruguai, com empréstimo gratuito de livros das 10h às 16h, de segunda a sexta-feira.
Para Claudia Andrade, idealizadora do projeto e coordenadora da empresa Korporativa Marketing Cultural, o objetivo do Livros nas Praças, que nasceu no Rio de Janeiro, é incentivar o hábito da leitura através do empréstimo gratuito de livros. “Os visitantes podem ler dentro do ônibus, que foi completamente adaptado para o projeto e possui acessibilidade para pessoas com deficiência. Não ter uma biblioteca com diversidade de títulos e a possibilidade de empréstimo é uma barreira hoje em dia. A itinerânciado Livros nas Praças quer justamente quebrar essa barreira”.
 Para auxiliar os leitores, o espaço conta com a presença de três profissionais: dois monitores literários e uma coordenadora, todos formados na área de literatura. São esperadas em torno de 250 pessoas por dia.
O acervo conta com dois mil títulos, entre livros infantis, juvenis e adultos. Cerca de 70% do acervo são de autores brasileiros, como Ana Maria Machado, Thalita Rebouças, Pedro Bandeira e Monteiro Lobato. Além disso, há 60 livros infantis em braile, alguns com ilustração e áudios, 30 em braile para adultos e ainda 50 livros em homenagem às culturas afro-brasileira e indígena.
Segundo Juarez Ramos, diretor de núcleo do Centro Universitário da Bahia, o acesso aos livros pode mudar o futuro de um país. “A missão da Estácio é educar para transformar. E a leitura é um dos melhores hábitos que crianças e jovens deste país devem adotar para se tornarem cidadãos críticos, criativos e conscientes de seu papel na sociedade. Neste sentido, a vinda do projeto Livro nas Praças, como parte das comemorações pelos 45 anos da Estácio, é muito bem-vinda”, disse.
De acordo com a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, realizada em 2011 pelo Instituto Pró-Livro e pelo IBOPE, com foco em medir intensidade, forma, motivação e condições de leitura da população brasileira, 18% dos brasileiros não têm acesso a bibliotecas e 75% afirmam não ter o hábito de frequentá-las.
O projeto é patrocinado pela Estácio por meio de lei de incentivo federal.