Imprensa

Escola Irmãos Macedo é destaque da Sessão Especial em homenagem aos 30 anos da Casa do Aposentado
 
A Escola Irmãos Macedo será um dos destaques da Sessão Especial em homenagem aos 30 anos da Asaprev – Casa do Aposentado. O evento, que é uma iniciativa do vereador Everaldo Augusto, acontece na próxima sexta-feira (16), no auditório do Centro de Cultura da Câmara Municipal, das 8h30 às 12h.

No repertório, estarão presentes alguns dos grandes clássicos da Música Popular Brasileira como: Brasileirinho, Pombo Correio, Vassourinhas, Taiane, Dia de Carnaval, Chame Gente, dentre outros.

A Escola Irmãos Macedo, que completa 10 anos neste mês de outubro, é um projeto idealizado pelo compositor e músico Aroldo Macedo e é a primeira a desenvolver um método exclusivo para a “Guitarra Baiana”.

“Quando imaginei a Escola, eu quis criar um centro de pesquisa, desenvolvimento, divulgação, difusão, estudo, ensino e preservação da música trieletrizada. Ter um lugar para o acervo, com professores capacitados, preparados para ensinar a música da guitarra baiana. Formar pessoas que sigam levando esse repertório, essa maneira, esse estilo de tocar um instrumento genuinamente brasileiro, inventado na Bahia”, explica Aroldo.

Atualmente, a Escola conta com mais de 90 alunos aprendendo o clássico e o popular da música brasileira e mundial. Os jovens contam com aulas de violão, percussão, bateria, contrabaixo, teclado, percepção musical e guitarra. Há um destaque para o repertório histórico do Trio Elétrico de Dodô & Osmar.

A Escola Irmãos Macêdo conta com o apoio da Petrobras, através do Governo Federal e da Bahiagás, através do Governo do Estado da Bahia, servindo às novas gerações e promovendo o desenvolvimento artístico e cultural da nação brasileira.

O Projeto Social

A Escola Irmãos Macêdo faz parte do Instituto Osmar Macêdo e tem como um de seus objetivos incluir socialmente crianças e adolescentes da rede pública de ensino da Bahia.

A importância da música para o ser humano é incontestável. A música tem o poder de estimular e auxiliar percepções, de interagir e integrar pessoas em seus mais variados convívios, como a família, os amigos, a sociedade, enfim. No contexto escolar, todos sabemos, a música amplia os canais de sensibilidade e de aprendizagem do educando, que pode refletir enquanto escuta ou executa um instrumento, levando esta prática para todas as outras matérias curriculares.

Notável é o poder que a música possui em nossas vidas. E a Escola Irmãos Macêdo vai, cada vez mais, ampliar os seus acordes no Estado da Bahia, trazendo jovens para o ambiente musical e abrindo caminhos para o fortalecimento e manutenção da música tradicional de qualidade na educação. E que isso se irradie por todo o Brasil!

A Guitarra Baiana

A atual guitarra baiana foi conhecida inicialmente como pau elétrico e depois cavaquinho elétrico. O instrumento consistia em um braço de um cavaquinho montado sobre um pedaço de jacarandá, um captador magnético caseiro e quatro cordas afinadas em quintas (Sól-Ré-Lá-Mi, ao modo do bandolim). O novo Padrão Universal para o instrumento foi criado por Armandinho Macêdo, filho de Osmar Macêdo, que colocou uma 5ª corda (Dó grave) e a batizou com o nome de Guitarra Baiana.