Imprensa

Captação recorde de 117 mil alunos e crescimento de 50,4% no EBITDA são destaques no balanço da Estácio
Número total de alunos da instituição em todo o país chegou a 334,2 mil no final do 1º trimestre de 2013
 
A Estácio iniciou o ano de 2013 com uma nova captação recorde. Foram mais 117 mil alunos novos de graduação presencial e a distância matriculados no primeiro trimestre de 2013, um aumento de 23% em relação ao mesmo período do ano anterior. Com isso, a Estácio encerrou o período de matrículas do 1T13 com uma base total de alunos de 334,2 mil alunos de graduação e pós-graduação, 19,9% acima do registrado no mesmo trimestre em 2012, dos quais 270,5 mil matriculados nos cursos presenciais e 63,7 mil nos cursos de ensino a distância. Desconsiderando as aquisições realizadas em 2012, a base de alunos cresceu organicamente 16,8%. 
 
Ao final do período de captação e renovação, a base de alunos da Estácio com o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), do governo federal, era de 49 mil alunos, o que representa um total de 19% da base total de alunos de graduação presencial. E 19 mil alunos utilizando o ProUni (Programa Universidade para Todos), também do governo federal. 
 
“Trabalhamos todos os dias para que a experiência dos nossos alunos, dentro e fora de sala de aula, seja a melhor possível. Por isso, criamos um modelo acadêmico revolucionário e investimos tanto em tecnologia e inovação. Agora também medimos a empregabilidade e a evolução da renda dos nossos alunos e criamos um canal para manter contato estreito com quem já se formou conosco. Comprometidos com a colocação dos nossos alunos no mercado de trabalho, seguimos firmes com o ´Espaço Estácio Emprego´, que ao longo do ano de 2012 gerou 286 mil vagas”, afirma o presidente da Estácio, Rogério Melzi.
 
Resultados financeiros
 
A receita operacional líquida atingiu R$413,3 milhões no 1T13, um aumento de 25,0% em relação ao mesmo período do ano anterior, em função do crescimento de 19,9% na base de alunos e da evolução positiva do ticket médio. Esse, por sua vez, cresceu 5,8% no segmento presencial e 11,6% na modalidade a distância, reforçando nossa política sustentável de reajuste de preços.
 
No primeiro trimestre, o EBITDA totalizou R$87,1 - 50,4% maior do que o apresentado no 1T12 - com uma margem EBITDA de 21,1%, para um ganho de margem de 3,6 pontos percentuais frente ao mesmo trimestre do ano anterior, em função, sobretudo, da melhor gestão de custos e despesas e do crescimento de 25,0% da receita líquida.
 
A provisão para devedores duvidosos representou 3,6% da receita líquida, refletindo o cenário de menor inadimplência do ano de 2012.
 
O lucro líquido da Estácio foi de R$66,6 milhões nesse trimestre, um aumento de 66,9% sobre o 1T12, em função do já comentado aumento na receita líquida e do ganho de eficiência nas linhas de custo e despesa, que levaram ao crescimento de 50,4% do EBITDA. O lucro por ação ficou em R$0,69, em comparação com R$0,49 no 1T12, representando um aumento de 41%.
 
O fluxo de caixa operacional foi positivo em R$21,7 milhões no 1T13, 74% acima do apresentando no mesmo trimestre do ano anterior. Já os investimentos da Estácio no período totalizaram R$13,8 milhões, representando 3,3% da receita líquida, enquanto no ano anterior os investimentos representaram 7,5%. Desse montante, R$8,3 milhões foram investidos em atualização de sistemas, equipamentos, bibliotecas e laboratórios das unidades da Estácio, enquanto os R$5,5 milhões restantes foram alocados no desenvolvimento do Modelo de Ensino, no Projeto Tablet e no desenvolvimento do projeto da nova arquitetura de TI.
 
Ao final do 1T13, o caixa e disponibilidades totalizavam R$747,5 milhões, positivamente impactados pelos recursos captados na Oferta Pública de Ações que concluímos em janeiro. O endividamento bancário de R$278,8 milhões correspondentes à primeira emissão de debêntures da Companhia, às linhas de financiamento junto ao IFC e à capitalização das despesas de leasing com equipamentos; assim como, os compromissos a pagar referentes às aquisições realizadas no ano, na ordem de R$22,8 milhões; e o saldo a pagar de tributos parcelados; constituem o endividamento bruto da Estácio, que totalizou R$309,8 milhões ao final do trimestre. A posição de caixa líquido da Estácio encerrou o trimestre em R$437,7 milhões.
 
Aquisições
 
Em 5 de abril, dando prosseguimento ao seu processo de expansão, a Estácio adquiriu a Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas (FACITEC), no Distrito Federal, por R$ 29 milhões, estando também previsto um pagamento adicional de R$ 7 milhões caso a FACITEC venha a ser transformada em Centro Universitário até 31 de dezembro de 2014. Localizada na cidade de Taguatinga, a instituição foi fundada em 2001 e possui cerca de 3.600 alunos e 120 professores distribuídos em 13 cursos de graduação e 24 de pós-graduação, além de cursos de extensão e livres. Em 2012, a FACITEC foi avaliada pelo MEC, que emitiu Conceito Institucional (CI) 4, numa escala de 1 a 5.
 
Novas unidades
 
No mês de maio, a Estácio anunciou a abertura de duas novas unidades no estado do Rio de Janeiro, nos municípios de Teresópolis e de Angra dos Reis, que oferecerão 8 cursos, e cuja captação de alunos para o segundo semestre de 2013 já se iniciou.
 
Sobre a Estácio
 
Um dos maiores e mais conceituados grupos de ensino superior da América Latina, a Estácio foi fundada há 42 anos. A instituição, presente em todas as regiões geográficas do Brasil, possui cerca de 4 mil funcionários, um corpo docente de 7,5 mil professores e 271,5 mil alunos matriculados. Formada por 38 instituições de Ensino Superior, entre Universidades, Centros Universitários e Faculdades, está presente em 20 estados.
 
Com um total de 74 campi, a instituição oferece diversos cursos presenciais e a distância de Graduação Tradicional, Tecnológica e Licenciatura nas áreas de Ciências Exatas, Biológicas e Humanas. Dispõe, também, de cursos de Pós-graduação lato-sensu presenciais e a distância, cinco cursos de Mestrado e três cursos de Doutorado (Direito, Odontologia e Educação), avaliados com elevados conceitos de qualidade pelo MEC (Capes), além de cursos de extensão e educação corporativa.
 
A Estácio mantém parcerias acadêmicas com a Ecole Hôtelière de Lausanne (Hotelaria suíça), a Alain Ducasse Formation (Gastronomia francesa) e a Universidade de Coimbra (Direito em Portugal). Um dos principais diferenciais da Estácio é a oferta personalizada de material didático aos alunos, sem custo adicional. São capítulos integrais das melhores obras para cada disciplina e curso, com o pagamento integral dos direitos autorais. Em 2011, o material didático começou a ser disponibilizado para novos alunos em tablets.
 
Assessoria de Imprensa (BA)
Qualidade Ponto Com Marketing e Comunicação
Coordenação: Núbia Cristina Santos
Atendimento: Indira Naiara
Contatos: (71) 3013-3211; 3241-8711; 8876-3502; 8876-3503