Imprensa

Dow Brasil oferece assistência médica e psicológica para empregados que desejam parar de fumar
A indústria química oferece acompanhamento aos funcionários para combater a obesidade, o sedentarismo e o tabagismo
 
Com o objetivo de estimular hábitos saudáveis de vida entre seus colaboradores, a Dow Brasil oferece todo o suporte para empregados que desejam parar de fumar. Por meio do programa Viva Vida, a empresa disponibiliza apoio médico e de enfermagem, encaminhamento para assistência psicológica, acupuntura e dá acesso a vários tipos de medicamentos.
 
O programa é acompanhado por indicadores validados internacionalmente e tem metas revisadas a cada cinco anos. Já beneficiou cerca de 2.200 funcionários, distribuídos nas unidades da Dow no Brasil. A iniciativa foi implantada em 1992 e a meta é reduzir anualmente, até 2015, 1% dos índices de obesidade e sedentarismo entre os funcionários, além de 0,5% do índice de fumantes.
 
Tudo isso contribuiu para uma redução superior a quatro pontos percentuais no nosso indicador de tabagismo entre os colaboradores das unidades da Dow no Brasil, que era de 10% de tabagistas em 2005 e passou para 5,7 % em 2010”, comenta o médico do Complexo Industrial de Aratu, Augusto di Tullio.
 
A coordenadora do Laboratório de Controle de Qualidade do Complexo Industrial de Aratu, Noemia de Castro Humia, 49 anos, buscou ajuda do programa para abandonar o tabagismo. Ela começou a fumar aos 18 anos, tentou abandonar o vício quatro vezes, mas sempre tinha uma recaída. “Os fumantes não devem subestimar o poder viciante da nicotina, o hábito de fumar não é tão fácil de controlar como algumas pessoas pensam”, relata Noemia.
 
Em 2009, ela iniciou um tratamento com auxilio de medicamentos, que durou 84 dias. A Dow custeou 80% do valor dos remédios utilizados. Apesar de ter fumado por mais de 30 anos, ela não desenvolveu problemas de saúde relacionados ao tabagismo. Mas precisou passar pelo processo da reeducação alimentar, porque ganhou peso após parar de fumar. “Passei a fazer caminhadas e a praticar hidroginástica para controlar o peso, contando com o auxílio de um instrutor físico da Dow”, lembra. “Agora me alimento muito melhor e percebi que minha respiração passou a funcionar bem após a mudança de hábitos”, relata.

 
Dia Mundial sem Tabaco
 
O Dia Mundial sem Tabaco foi criado em 1987 pelos estados membros da OMS, com a finalidade de mobilizar e chamar atenção para a epidemia do tabagismo e para as doenças e mortes evitáveis a ele relacionadas. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que 8 milhões de pessoas podem morrer em consequência do fumo até 2030.